Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Relatora do Perse explica recuo no Senado: “Medo de ter um prejuízo maior”

    Senadora disse ter desistido das alterações no texto porque não teve condições de se reunir com líderes partidários

    Daniella culpou sessão híbrida para voltar atrás em alterações
    Daniella culpou sessão híbrida para voltar atrás em alterações 30/04/2024 - Marcos Oliveira/Agência Senado

    Daniel Trevorda CNN Brasília

    Aprovado no Senado, o projeto de lei que reformula o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse) teve um recuo da relatora do texto, a senadora Daniella Ribeiro (PSD-PB).

    A parlamentar teve de retirar do seu parecer alterações que fariam a matéria voltar a ser discutida na Câmara. Um dos pontos retirado foi o que permitia que o valor do teto fosse corrigido pela inflação.

    O texto — aprovado de forma simbólica pelos senadores — determina um teto de R$ 15 bilhões em isenções fiscais no período de abril de 2024 a dezembro de 2026, o mesmo que havia sido acertado pela Câmara. A proposta também reduz para 30 os tipos de serviços beneficiados pelo programa.

    Em coletiva, a relatora explicou que desistiu das alterações no texto porque não teve condições de se reunir com todos os líderes partidários, uma vez que a sessão marcada para votar o projeto foi hibrida – os parlamentares puderam participar presencialmente e de forma virtual.

    A relatora Ribeiro ressaltou também que o próprio setor mudou de opinião.

    Se tivéssemos tempo, com uma semana a mais e com sessão presencial. Esse texto que eu divulguei (com as mudanças), eu tive que modificar por medo de ter um prejuízo maior. A sessão hibrida dificultou e a pressa do setor. Entre o perfeito e o que é possível, a gente fica com o que é possível

    Daniella Ribeiro

    Ainda segunda a relatora, o governo se comprometeu a dar agilidade à sanção sem vetos.

    Tópicos

    Tópicos