Renan vai apresentar requerimento para convocar Onyx Lorenzoni a depor à CPI

Segundo Renan, Onyx “coagiu” e criou obstáculo para as investigações ao acusar Luis Miranda de mentir em suas declarações sobre as irregularidades

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Pandemia, vai apresentar requerimento para a convocação do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, ser obrigado a depor na comissão. A informação é do analista de política da CNN Caio Junqueira.

Renan afirma que Onyx terá de responder sobre “coação de testemunha” após pronunciamento nesta quarta-feira (23), quando o ministro anunciou investigações a serem abertas contra o deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) e o irmão do parlamentar, servidor do Ministério da Saúde, que estão marcados para falar à CPI na sexta-feira (25).

Segundo o senador, o ministro-chefe da Secretaria-Geral também deve ser instado a explicar as declarações de Luís Miranda, segundo o qual ele, Onyx Lorenzoni, teria sido uma das pessoas alertadas pelo deputado federal sobre possíveis irregularidades na negociação do governo federal para a aquisição da vacina Covaxin.

O deputado Luís Miranda (DEM-DF) afirmou nesta quarta-feira (23) à CNN que levou pessoalmente ao presidente Jair Bolsonaro “provas contundentes” de irregularidades nas negociações para a compra da vacina Covaxin. 

“O presidente sabia que tinha crime naquilo”, disse o deputado. Miranda é irmão de um servidor do Ministério da Saúde que, segundo ele, teve conhecimento dos problemas. De acordo com o parlamentar, após o encontro, Bolsonaro ficou “convencido” e se comprometeu a acionar “imediatamente” a Polícia Federal.

O ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni
O ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni durante entrevista coletiva em Brasília
Foto: Júlio Nascimento/PR (7.mai.2020)

Mais Recentes da CNN