Rezende: Carta de Bolsonaro a Biden é bom sinal, mas não adianta falar sem fazer

No quadro Liberdade de Opinião, Sidney Rezende comentou sobre a posse de Joe Biden como o 46º presidente dos Estados Unidos

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta quinta-feira (21), Sidney Rezende comentou a carta enviada por Jair Bolsonaro (sem partido) para o democrata Joe Biden, empossado como o 46º presidente dos Estados Unidos na quarta-feira (20).

Segundo interlocutores do presidente brasileiro, o tom da carta é de que as relações entre os países sejam firmes durante a gestão Biden.

“O presidente e a diplomacia acertaram e, ontem, prontamente mandaram a mensagem, tanto a carta quanto pelas redes sociais. Do ponto de vista diplomático, é positivo. Mas não basta só dizer ou escrever e não praticar. Se, de fato, a prática diplomática for desenvolvida, vamos avançar”, avaliou Rezende.

“Nesse momento, foi um gesto positivo e importante. Os Estados Unidos são um parceiro nosso, não temos que brigar com ninguém; temos que nos entender. É uma boa sinalização”, completou o jornalista.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Sidney Rezende no quadro Liberdade de Opinião
Sidney Rezende no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (21.jan.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

(Publicado por: André Rigue)

Mais Recentes da CNN