Roberto Jefferson volta a ser internado com infecção nos rins, diz advogado

Defesa tenta no STF que ex-deputado seja transferido para hospital particular

Presidente Nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Roberto Jefferson, em 2017
Presidente Nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Roberto Jefferson, em 2017 Valter Campanato/Agência Brasil

Pedro Duranda CNN

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) voltou a ser internado em uma unidade hospitalar depois de apresentar pressão baixa, febre alta e calafrios, segundo seu advogado.

Em nota, a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que Jefferson solicitou atendimento médico após apresentar quadro de dores na lombar.

“O mesmo foi prontamente atendido, sendo encaminhado ao Pronto Socorro Geral Hamilton Agostinho, no Complexo de Gericinó, onde seguirá sendo observado, após orientação médica, para realização de um exame de ultrassonografia, na próxima terça-feira”, complementa o informe.

“Cabe ressaltar que o interno está lúcido, verbalizando e seu quadro clínico é estável”, finaliza a Seap.

“Ele passou mal na cela anteontem, foi encaminhado à UPA e retornou à cela. Ontem à tarde ele passou novamente. Está com o mesmo quadro que entrou no sistema carcerário, pielonefrite”, disse à CNN o advogado Luiz Gustavo Cunha, que defende o ex-presidente do PTB.

Os advogados agora tentam fazer com que Jefferson volte ao hospital Samaritano, na zona Oeste do Rio, onde ficou mais da metade do período desde que foi preso em 13 de agosto.

“Estamos hoje tentando a transferência no plantão do Supremo Tribunal Federal e com o próprio ministro Alexandre de Moraes para a rede privada”, completou Cunha.

Jefferson é investigado em um inquérito que tramita no STF, no qual ele é acusado de fazer parte de uma milícia digital que promove atentados contra a democracia brasileira. Os advogados de Jefferson negam.

Mais Recentes da CNN