Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    Rodrigo Garcia pede licença do governo de SP por cinco dias e viaja ao exterior

    Durante o período, o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Carlos Pignatari, assume o comando do estado

    Governador Rodrigo Garcia
    Governador Rodrigo Garcia Divulgação/Governo de São Paulo

    Caio Junqueirada CNN

    São Paulo

    Após declarar apoio a Jair Bolsonaro (PL) e a Tarcísio de Freitas (Republicanos) no segundo turno, o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), se licenciou do cargo. Seus interlocutores afirmaram à CNN que ele foi ao exterior.

    Ele se licenciou oficialmente do cargo no último sábado. Em ofício destinado a Assembleia Legislativa, ele informou que estaria ausente de 8 a 12 de outubro.

    Durante o período, o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Carlos Pignatari, assume o comando do estado. Ele já despacha nesta segunda-feira (10) no Palácio dos Bandeirantes. A agenda, porém, é discreta e prevê apenas despachos internos.

    A viagem ocorre quatro dias após ele declarar apoio no segundo turno ao presidente Jair Bolsonaro e a Tarcísio de Freitas.

    O apoio foi considerado estratégico por Bolsonaro, que aposta na máquina administrativa do Palácio dos Bandeirantes e na rede de prefeitos que apoiaram Garcia no primeiro turno para alavancar a sua votação e a de Tarcísio no estado neste segundo turno.