Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rosa Weber envia à PGR pedido para investigar Bolsonaro por críticas às urnas a embaixadores

    Ação de pedido de investigação foi apresentada por parlamentares

    Gabriela Coelhoda CNN

    A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, mandou a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestar sobre ação contra o presidente Jair Bolsonaro por encontro promovido por ele com embaixadores, ocasião na qual fez críticas ao processo eleitoral brasileiro.

    “Determino, assim, a abertura de vista dos autos à Procuradoria-Geral da República, a quem cabe a formação da opinio delicti em feitos de competência desta Suprema Corte, para manifestação no prazo regimental”, disse a ministra.

    O ato é praxe e cabe à PGR avaliar se há indícios de irregularidades e propor eventuais medidas de investigação.

    A ação de pedido de investigação foi apresentado por parlamentares.

    Segundo os parlamentares, ao atacar o sistema eletrônico de votação – sem provas – o presidente Jair Bolsonaro expôs negativamente a imagem do Brasil no exterior e ainda ameaçou o Estado Democrático de Direito ao insinuar que não aceitará um resultado nas eleições que não lhe seja favorável.