Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    Saiba quem é Tarcísio de Freitas, que disputa o segundo turno em São Paulo

    Candidato do Republicanos ao governo estadual tem formação militar e já atuou como ministro da Infraestrutura 

    Da CNN

    São Paulo

    O candidato do Republicanos ao governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas, avançou para o segundo turno na disputa e enfrentará Fernando Haddad (PT) em 30 de outubro.

    Tarcísio Gomes de Freitas nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, filho de Amaury Vieira Freitas e Maria Alice Gomes Freitas. O candidato se formou na Academia Militar das Agulhas Negras e passou a atuar como oficial do Exército, no setor de engenharia.

    Ele permaneceu no cargo de 2002, quando concluiu a graduação em engenharia civil, pelo Instituto Militar de Engenharia (IME). A partir de então, tornou-se engenheiro do Exército.

    De novembro de 2005 e junho de 2006, serviu na Missão das Nações Unidas para Estabilização no Haiti (MINUSTAH) como chefe da seção técnica da Companhia de Engenharia.

    Em 2008, deixou a carreira militar com a patente de capitão, deixou o serviço militar e entrou para o funcionalismo público federal, como analista de finanças e controle da Controladoria-Geral da União (CGU). Tarcísio exerceu a função de assessor do diretor de auditoria da área de transportes até março de 2011, quando passou a ser coordenador-geral da área.

    Em agosto do mesmo ano, foi escolhido diretor-executivo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), durante o governo de Dilma Rousseff (PT). A então presidente petista fez nomeação após ministros de seu governo serem alvos de suspeitas de corrupção.

    Em 2014, Tarcísio foi promovido a diretor-geral do órgão, cargo que ocupou até 2015, quando foi nomeado consultor legislativo da Câmara dos Deputados para a área de desenvolvimento urbano, trânsito e transportes.

    Em 2016, foi secretário da Coordenação de Projetos da Secretaria Especial do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), responsável pelo programa de privatizações, concessões e desestatizações.

    Quando Jair Bolsonaro (PL) assumiu a presidência da República, Tarcísio de Freitas foi escolhido para comandar o Ministro da Infraestrutura. No comando da pasta, o candidato teve uma gestão voltada à realização de obras inacabadas, à duplicação de estradas e ao fomento às ferrovias.

    Tarcisio também promoveu uma série de concessões à iniciativa privada. Foram realizados 83 leilões que, segundo o ministro, representam quase R$ 100 bilhões de investimentos.

    Apesar de atuar por mais de 26 anos na vida pública, Tarcísio não era ligado a nenhum partido político.

    Filiou-se ao Republicanos para disputar as eleições de 2022 ao governo de São Paulo, diante de críticas de adversários que o acusam de  das críticas que recebeu de não conhecer o Estado e ter, supostamente, fraudado um comprovante de residência em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, para que pudesse se candidatar.

    Tarcísio declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter bens avaliados em R$ 2.342.161,77. O candidato a vice em sua chapa é o ex-prefeito de São José dos Campos Felício Ramuth (PSD).

    O candidato do Republicanos é casado com Cristiane de Freitas e tem dois filhos.