Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Senado não pode ser um clube de amigos, diz Randolfe sobre caso Chico Rodrigues

    Randolfe Rodrigues: "Espero, sinceramente, que os colegas julguem à luz disso. Não é confortável, mas, enfim, é a nossa tarefa"

    Da CNN, em São Paulo

    O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), durante entrevista à CNN nesta sexta-feira (16), afirmou que o Senado Federal não pode ser um “clube de amigos” ao falar sobre o caso do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado com R$ 33 mil em dinheiro vivo dentro da cueca durante uma operação da Polícia Federal.

    O Rede Sustentabilidade é um dos partidos que protocolou hoje um pedido no Conselho de Ética do Senado para abertura do processo de investigação e cassação do mandato do senador.

    Assista e leia também:

    Barroso pede que plenário analise decisão que afastou senador Chico Rodrigues

    Aliados tentam convencer Chico Rodrigues a pedir licença do mandato

    Ofício que determina afastamento de Chico Rodrigues chega ao Senado

    Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
    Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
    Foto: CNN (16.out.2020)

    “Qualquer casa legislativa é a casa da representação popular. A chamada independência dos poderes (…) não serve para acorbertar impunidade. Então, por não ser um grupo de amigos e por compreender que o caso é constrangedor e lamentável, não é fácil qualquer medida mais dura em relação a nenhum colega”, explicou.

    Rodrigues acrescentou a fala dizendo ainda que está em jogo a credibilidade do Senado da República. “Está em jogo o conceito de ética e decoro parlamentar”.

    “Espero, sinceramente, que os colegas julguem à luz disso. Não é confortável, mas, enfim, é a nossa tarefa”.

    (Edição: Sinara Peixoto)