Sergio Moro visita ex-presidente Michel Temer em São Paulo

Pré-candidato pelo Podemos quis ouvir avaliação do ex-presidente sobre pauta de reformas no país e ouviu que discurso deve ser de "pacificação"

Thais Arbexda CNN

Ouvir notícia

Pré-candidato à Presidência da República pelo Podemos, o ex-juiz Sergio Moro foi recebido pelo ex-presidente Michel Temer, em São Paulo.

De acordo com relatos de participantes do encontro à CNN, Moro quis ouvir a avaliação de Temer sobre a pauta de reformas no país. O ex-presidente ressaltou ao ex-juiz o discurso de pacificação. Temer disse que, neste momento, a agenda mais importante é de se “radicalizar na democracia”.

Temer também disse a Moro que a chamada terceira via na disputa pelo Palácio do Planalto neste ano é “uma homenagem ao eleitor”. “Não é contra Bolsonaro ou contra Lula. É, na verdade, uma homenagem ao eleitor”, disse o ex-presidente, segundo os relatos.

O encontro, segundo a CNN apurou, foi intermediada pelo advogado Gustavo Guedes, que assumiu a coordenação jurídica da pré-campanha do ex-juiz da Lava Jato.

Guedes atuou na defesa de Temer nas ações junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que pediam a cassação da chapa Dilma-Temer.

Também participaram do encontro o também advogado Luís Felipe Cunha, coordenador da pré-campanha de Moro, e Elsinho Mouco, amigo e marqueteiro de Temer.

Ainda de acordo com participantes do encontro, o tema Lava Jato não entrou na conversa entre Temer e Moro. Em março de 2019, o ex-presidente foi preso em um desdobramento da operação. A prisão de Temer foi determinada pelo juiz Marcelo Bretas, chefe da Lava Jato no Rio de Janeiro.

O ex-presidente foi preso numa avenida movimentada da região de Alto de Pinheiros, em São Paulo, poucos minutos depois de ele ter saído de sua casa em um carro particular. Assim que deixou sua residência, o carro em que estava o ex-presidente foi seguido por dois veículos descaracterizados, onde estariam agentes da Polícia Federal.

Àquela época, Temer classificou a operação como “uma brutalidade”.

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Mais Recentes da CNN