Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    STF nega por unanimidade pedido de Roberto Jefferson contra Alexandre de Moraes

    Ministros seguiram o posicionamento da relatora do recurso e presidente da Corte, Rosa Weber

    Leonardo Ribbeiroda CNN

    em Brasília

    Por 10 votos a 0, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) negaram recurso apresentado pelo ex-deputado Roberto Jefferson, que pedia a suspeição do ministro Alexandre de Moraes na condução do inquérito que o levou para a prisão.

    A defesa alegou que Moraes não poderia ser o relator dos processos, porque o ministro é parte vencedora em dois pedidos de indenizações contra o ex-deputado por ofensas.

    A votação ocorreu no plenário virtual do STF e foi encerrada nesta sexta-feira (10). Por ser citado, apenas Alexandre de Moraes não votou. Os demais ministros seguiram o posicionamento da relatora do recurso e presidente da Corte, Rosa Weber.

    “A simples leitura dos fundamentos expostos pelo arguente revela que todas as circunstâncias apontadas como evidências da suposta inimizade capital com o magistrado recusado dizem respeito a fatos ocorridos em passado distante, anterior à prisão processual indicada pelo arguente como marco temporal a ser considerado”, justificou a relatora em seu voto.

    Roberto Jefferson está preso em regime fechado desde outubro do ano passado, quando efetuou disparos contra policiais federais que cumpriam mandados de busca e apreensão na casa dele, no interior do Rio de Janeiro.