Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Três meses após decisão de Lula, Alcolumbre marca sabatinas de indicados ao STJ

    No mesmo dia, segundo as informações publicadas pelo Senado, a indicação dos três nomes também será votada pelo plenário da Casa

    Fachada do Superior Tribunal de Justiça (STJ)
    Fachada do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil (19.ago.2020)

    Thais Arbex

    Quase três meses depois das indicações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (União Brasil-AP), decidiu marcar as sabatinas dos escolhidos por Lula para o próximo dia 25.

    No mesmo dia, segundo as informações publicadas pelo Senado, a indicação dos três nomes também será votada pelo plenário da Casa.

    Lula escolheu a advogada Daniela Teixeira no dia 29 de agosto, na vaga destinada à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). No dia 6 de setembro, o presidente indicou os desembargadores José Afrânio Vilela, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), e Teodoro Silva Santos, do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE).

    Vídeo — Indicados ao STJ aguardam sabatina no Senado há um mês

    Também no dia 25, o plenário do Senado deve votar a indicação do indicado à chefia da Defensoria Pública da União. Igor Roque teve seu nome aprovado pela CCJ da Casa em julho, mas o rito no Congresso está travado desde então.