União Brasil terá conflitos políticos complexos, diz cientista político

Junção dos partidos DEM e PSL foi aprovada nesta quarta-feira (6), em suas respectivas convenções

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A criação do novo partido União Brasil, nascido da fusão entre o DEM e o PSL, acarretará na maior bancada na Câmara dos Deputados e crescerá o número de representantes no Senado Federal. Para o cientista político Fernando Abrucio, exatamente por estes motivos, a sigla terá conflitos políticos complexos.

“Nascer forte também é nascer com muita briga. Eu acredito que haverá algum conflito político importante em torno de duas questões: como se posicionar em relação aos candidatos presidenciais e, segundo, como definir as candidaturas estaduais. Estes dois pontos formarão brigas muito complexas”, afirmou o cientista político.

Abrucio também afirmou que, além da grande bancada que o União Brasil terá na Câmara, a força do novo partido também se dá pelo dinheiro que terá.

“O União Brasil nasce forte por conta do dinheiro, em primeiro lugar. A junção de PSL e DEM trará um dinheiro muito grande para o fundo de campanha. Isso também vai atrair muita gente para o partido”, afirmou Abrucio.

Mais Recentes da CNN