Vices são apostas de campanhas para debate sobre segurança pública

Candidaturas de Lula e Bolsonaro têm contado com a colaboração de Alckmin e Braga, respectivamente, para a estruturação do programa de governo

Gustavo Uribeda CNN

Brasília

Ouvir notícia

Os candidatos a vice-presidente devem assumir um papel de destaque na campanha eleitoral deste ano no debate sobre medidas para tentar melhorar a segurança pública no país.

A aposta tanto de integrantes da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como de Jair Bolsonaro (PL) é de que Geraldo Alckmin (PSB) e Walter Braga Netto (PL), respectivamente, liderem o debate sobre o tema.

No PT, dirigentes partidários dizem que a experiência de Alckmin como governador de São Paulo, em uma gestão que reduziu os índices estaduais de homicídio, pode se tornar um trunfo na tentativa de atrair um eleitorado mais conservador.

Segundo líderes do partido, o próprio ex-governador já se ofereceu para fazer contribuições sobre o assunto no programa de governo do petista, que tem sido coordenado pelo ex-ministro Aloizio Mercadante (PT).

No governo federal, auxiliares do presidente dizem que Braga Netto já tem enviado colaborações para o programa eleitoral de Bolsonaro, que tem sido organizado pelo senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

A experiência do militar da reserva como interventor federal da segurança pública no Rio de Janeiro, em 2018, é citada por aliados do presidente como um fator que deve ser explorado na campanha eleitoral.

A ideia é que uma futura agenda de viagens do general da reserva seja focada em Minas Gerais, domicílio eleitoral do militar, e no Rio de Janeiro. A última pesquisa Genial/Quaest, divulgada nesta semana, mostrou que a violência é a principal preocupação do eleitorado fluminense.

Já a agenda de Alckmin deve ser focada no Sudeste e no Sul, em busca do apoio de um eleitorado moderado. Além de agendas conjuntas com Lula, Alckmin deve fazer viagens sozinho ao interior de São Paulo.

Debate

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Fotos – Momentos marcantes da história das eleições

Mais Recentes da CNN