Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Visita de Maduro ao Brasil piora clima no Congresso em semana decisiva para o governo

    Lula afirmou que Venezuela é "vítima de narrativa de antidemocracia e autoritarismo"

    Da CNN

    A visita do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ao Brasil, nesta segunda-feira (29), piorou o clima no Congresso Nacional em relação ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A informação é da âncora da CNN Daniela Lima.

    Nesta quinta-feira (1º), Câmara e Senado devem votar a MP 1154/23, que definiu um total de 37 ministérios para o terceiro mandato de Lula à frente da Presidência da República. Caso o Congresso não avalie a MP, 17 ministérios podem desaparecer.

    Na última semana, o governo sofreu uma derrota após as pastas do Meio Ambiente e dos Povos Indígenas terem sido esvaziadas pelo Congresso.

    Com a recepção pomposa de Maduro e a relativização das agressões que seu governo pratica contra a democracia no país vizinho, Lula careceu de pragmatismo político.

    Na avaliação de congressistas de centro, centro-direita e direita, o discurso de Lula ao lado de Maduro fez crescer o clima de animosidade no Congresso em uma semana decisiva para o governo petista.

    Lula diz que Venezuela é “vítima de narrativa de antidemocracia e autoritarismo”

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou, nesta segunda-feira (29), que a Venezuela é “vítima de uma narrativa de antidemocracia e autoritarismo”.

    “Se eu quiser vencer uma batalha, eu preciso construir uma narrativa para destruir o meu potencial inimigo. Você sabe a narrativa que se construiu contra a Venezuela, de antidemocracia e do autoritarismo”, disse Lula se dirigindo a Maduro.

    De acordo com o petista, cabe à Venezuela “mostrar a sua narrativa para que as pessoas possam mudar de opinião”.

    “Eu vou em lugares que as pessoas nem sabem onde fica a Venezuela, mas sabe que a Venezuela tem problema na democracia. É preciso que você construa a sua narrativa, e eu acho que, por tudo que conversamos, a sua narrativa vai ser infinitamente melhor do que a que eles têm contado contra você”, declarou Lula.

    *Publicado por Lucas Schroeder