Waack: Atores políticos já se preocupam com ‘contaminação política’ nos quartéis

Política está sendo feita à luz do dia por integrantes de corporações proibidos de participar, enquanto militares da ativa, do debate político ou de atividades políticas

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro CNN Poder desta terça-feira (24), na CNN Rádio, William Waack analisa a relação entre política e polícia em meio à crise institucional vivida no país.

“Estamos no meio de uma crise institucional grave, perigosa e delicada que caminha para um problema sério: temos que colocar as palavras no seu lugar e chamar as cosias pelos nomes que merecem”, afirmou.

“A preocupação dos atores políticos já é agora com descontrole, com insegurança, com possibilidade de confrontos. Estou falando em que medida polícias militares que, teoricamente, obedecem a ordens de governadores estão – ou não – contaminadas pela política que entrou nos quartéis”, completou.

Ele ressaltou que a política está sendo feita à luz do dia por integrantes de corporações proibidos de participar, enquanto militares da ativa, do debate político ou de atividades políticas.

“O que está acontecendo, na verdade, é a possibilidade de que Polícias Militares, através de insubordinação e motim, deem força ao que muitos enxergam como uma postura de forçar o confronto a partir das ações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) levando brasileiros a enfrentar brasileiros.”

“Em que medida essa contaminação, a insubordinação e a indisciplina alcançaram as cadeiras de comando das políticas, não temos como afirmar. A não ser quando as coisas ruins acontecerem, mas tomara que não aconteçam”, finalizou.

Mais Recentes da CNN