Waack: Com Lula e Bolsonaro tão felizes, o que sobrou para uma eventual terceira via?

As tropas envolvidas nas campanhas eleitorais de Jair Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva estavam hoje com sorriso de orelha a orelha

William Waackda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

As tropas envolvidas nas campanhas eleitorais de Jair Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva estavam hoje com sorriso de orelha a orelha.

Lula obteve de um comitê da ONU, o de Direitos Humanos (não é a mesma coisa que “a” ONU) a conclusão de que o juiz que o condenou à prisão foi parcial e que teve os direitos políticos violados nas últimas eleições.

É tudo o que Lula queria, até mesmo as delações da Lava Jato estão sendo revistas, e talvez anuladas.

Quanto à tropa de Bolsonaro, foi recebida dentro do Palácio do Planalto para um evento batizado de “ato pela liberdade de expressão”, que era, na verdade, uma oportunidade para peitar mais uma vez o STF com a colaboração entusiasmada de setores do “Centrão”, que ajudaram a colocar numa das mais importantes comissões dessa casa legislativa o deputado truculento condenado pelo STF e perdoado por Bolsonaro e vai poder distribuir os R$ 400 do Auxílio Brasil, agora permanente.

Com Lula e Bolsonaro tão felizes, o que sobrou para uma eventual terceira via? Mais um dia de exibição pública de desunião e fracionamento.

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Mais Recentes da CNN