Waack: Com Pazuello, Bolsonaro tentou, sem sucesso, politizar Forças Armadas

Ex-ministro da Saúde sabia que estava violando o regulamento do próprio Exército e deve ser punido por insubordinação

William Waackda CNN

Ouvir notícia

Uma das grandes conquistas da democracia brasileira foi despolitizar as Forças Armadas. É exatamente essa conquista que está seriamente ameaçada quando o presidente da República leva general da ativa para comício político.

O general que topou fazer isso foi um obediente ex-ministro da Saúde. E ele sabia que estava violando o regulamento do próprio Exército. Será punido, pois nenhum Exército profissional tolera insubordinação.

Mas o problema é muito maior. Seja por cálculo político, ou por falta de qualquer inteligência política, o episódio é parte do esforço de Bolsonaro de tentar politizar as Forças Armadas.

Felizmente para a democracia brasileira, até aqui os comandantes militares têm demonstrado mais juízo do que o supremo chefe das Forças Armadas.

Mais Recentes da CNN