Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Waguinho diz que Lula chorou em reunião com a ministra Daniela Carneiro

    Chefe do Ministério do Turismo vem sofrendo pressão do União Brasil para deixar o cargo

    Gabriel FernedaTeo Curyda CNN

    Em São Paulo e Brasília

    O prefeito de Belford Roxo (RJ) e marido da ministra Daniela Carneiro, Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho (Republicanos-RJ), disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) chorou durante a reunião com ela.

    Daniela vem sofrendo pressão do União Brasil para deixar o cargo no Ministério do Turismo.

    “No momento que ele [Lula] disse: ‘Daniela, você é minha cota, você é minha ministra, eu não quero que você saia’. Quando ele falou essas palavras, os dois choraram. Há esse impasse partidário, e vamos aguardar para ver como isso vai se finalizar”, disse Waguinho.

    “E a Daniela disse para ele: ‘Presidente, eu jamais vou ser um empecilho para o senhor. Se o senhor precisar de mim, eu estou aqui. Se for para sair, eu vou lhe agradecer'”, completou Waguinho.

    Lula e a ministra Daniela Carneiro se reuniram em Brasília na terça-feira (13). Após a reunião, Daniela Carneiro foi mantida no cargo de ministra, mas fontes do Planalto confirmaram à CNN que Lula explicou que vai precisar trocá-la.

    Lula disse à ministra que o União Brasil solicitou a troca e que a situação estava bastante complicada, já que Daniela pediu desfiliação do partido. Na reunião, Lula elogiou o trabalho da ministra.

    Após a reunião, Daniela disse que a permanência dela à frente da pasta “está à disposição do presidente Lula”.

    “O presidente conversou comigo hoje, foi uma conversa muito boa, muito positiva. Volto a dizer: estou à disposição do presidente porque fui indicação dele e estou aqui para contribuir com o Brasil”.

    Na quinta-feira (15), a ministra vai participar de uma reunião ministerial na qual deve realizar um balanço de sua gestão.