9 em cada 10 mortes no Brasil por coronavírus são entre idosos


Luiz Fernando Toledo Da CNN, em São Paulo
27 de março de 2020 às 04:59 | Atualizado 27 de março de 2020 às 07:35
Aparelho brasileiro pode evitar internação e uso de ventilador pulmonar

Homem internado em São Paulo para tratamento do novo coronavírus (COVID-19)

Foto: Stephane Mahe - 20.mar.2020/ Reuters

Nove em dez mortes (89,9%) pelo novo coronavírus no Brasil aconteceram entre pessoas com mais de 60 anos. É o que apontam dados divulgados nesta quinta-feira (26) pelo Ministério da Saúde.

O levantamento da pasta considerou 59 mortes, que não é a informação mais atualizada, já que já foram registradas, até agora, 77 vítimas fatais.

A faixa etária com mais vítimas é de pessoas entre 80 e 89 anos (39%), seguido por 70 a 79 (33,9%). A maioria das vítimas fatais é homem (67,8% dos casos). Não há nenhum caso abaixo de 30 anos.

O levantamento mostrou ainda a distribuição de mortes segundo comorbidades, ou seja, quando havia outra doença. Cardiopatia é a condição mais comum (61%), seguido por diabetes (39%) e pneumopatia (25,4%). Ainda registros de imunodepressão (11,9%), doença renal crônica (15,3%), entre outros.

Os números são semelhantes ao já percebidos em estudos com os casos da China. Naquele país, até 11 de fevereiro, 81% das vítimas fatais tinham acima de 60 anos. Os homens também foram as principais vítimas por lá (63,8%). Já o Ministério da Saúde italiano, país em que já foram registradas mais de 8 mil mortes por coronavírus, aponta que a idade média das vítimas é de 78 anos, sendo a maioria (70,9%) de homens.