É gripe ou Covid-19? Pneumologista explica sintomas de cada doença


Da CNN, em São Paulo
05 de julho de 2020 às 10:32

Essa semana foi de temperaturas baixas em várias regiões do país, e o inverno é a época em que as doenças respiratórias encontram mais facilidade de proliferação. O pneumologista Mauro Gomes, chefe de equipe de Pneumologia do Hospital Samaritano de São Paulo, explicou à CNN que, apesar de, no início da pandemia, a Covid-19 ter sido descrita por alguns como uma "gripe mais forte", na realidade ela é causada por um vírus bem diferente da influenza (gripe).

"A gripe tem dor de garganta, nariz escorrendo, um pouco de tosse, pode ou não ter febre, e dura de três a cinco dias, no máximo. Na Covid-19, os sintomas principais são falta de ar, febre alta e o quadro se instala mais lentamente", detalhou sobre os sintomas de casa.

Gomes explicou que a Covid-19 também pode gerar, nos primeiros dias de infecção, sintomas como dores abdominais, vômitos e diarreias frequentes, além de dores no corpo (mialgia). "A gravidade da Covid começa a partir do sétimo dia [de surgimento dos sintomas]", acrescentou o especialista. 

Leia mais:

OMS interrompe estudos com hidroxicloroquina e remédios para HIV contra Covid-19

Farmácias aplicaram mais de 144 mil testes rápidos de Covid-19 no país

Tratamento brasileiro elimina há 17 meses o vírus HIV em paciente

Pode tomar remédio de gripe para Covid-19?

Como muitos dos sintomas da infecção pelo novo coronavírus se assemelham ao da gripe, o pneumologista Mauro Gomes disse que é possível tomar os mesmos remédios para tratar febre e dores musculares sem risco de complicações.

"Recomendamos que, na Covid-19, a pessoa utilize o analgésico e antitérmico que já têm em casa, paracetamol ou dipirona. Se tiver náusea, pode tomar um remédio para combatê-la também", aconselhou. O médico destacou que essa recomendação é para sintomas leves, mas caso a pessoa sinta falta de ar e febre alta são os sinais de alerta de que ela deve procurar atendimento profissional.

É possível ter gripe e Covid-19 ao mesmo tempo?

O pneumologista lembrou que os vírus respiratórios, de maneira geral, se transmitem da mesma forma: tosse, espirro e contato com objetos ou superfícies contaminados. "Tanto o vírus da gripe como o da Covid se transmitem da mesma maneira. Então é possível ter os dois vírus ao mesmo tempo, mas é mais raro isso acontecer. Não vi nenhum paciente assim desde o início da pandemia", esclareceu Gomes.