OMS vai revisar detalhes dos testes da vacina russa contra Covid-19


Jacqueline Howard, Da CNN
11 de agosto de 2020 às 18:33 | Atualizado 11 de agosto de 2020 às 18:43

A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem estado em contato com cientistas e autoridades russos, e "espera revisar detalhes dos testes", confirmou a OMS em e-mail enviado à CNN nesta terça-feira (11) após as notícias sobre a vacina registrada na Rússia.

O presidente russo Vladimir Putin anunciou a aprovação de uma vacina para o novo coronavírus nesta terça, alegando que é a "primeira do mundo", enquanto continua a preocupação global e questões sobre sua segurança e efetividade seguem sem resposta.

Leia também:

Governo do Paraná e Rússia assinarão acordo para fabricação da vacina Sputnik V

Brasil é parceiro estratégico contra Covid-19, diz embaixador da Rússia

"A OMS saúda todos os avanços no desenvolvimento e pesquisa sobre vacinas contra a Covid-19. Em um nível global, a OMS tem estado envolvida em orientar e acelerar esforços de pesquisa e desenvolvimento desde janeiro de 2020", diz o pronunciamento da OMS enviado por e-mail.

"Acelerar a pesquisa sobre vacina deveria ser feito de acordo com processos estabelecidos em cada etapa de desenvolvimento, para assegurar que qualquer vacina que eventualmente seja produzida seja ao mesmo tempo segura e efetiva. QUalquer vacina segura e efetiva será um bem público global, e  OMS realça que o acesso a esse tipo de vacina globalmente seja rápido, justo e equânime", diz o pronunciamento.

Este é um texto traduzido. Clique aqui para ler o original.

Infográfico vacina russa

Infográfico: Como funciona a vacina russa contra a Covid-19

Foto: CNN