Mundo chega a 800 mil mortes pela Covid-19, segundo Universidade Johns Hopkins

Estados Unidos lideram o ranking, com 175.429 óbitos, seguido do Brasil, com 113.358.

Julyanne Jucá Da CNN, em São Paulo
22 de agosto de 2020 às 11:35 | Atualizado 22 de agosto de 2020 às 17:21

Neste sábado (22), o mundo chegou a marca de 800.000 mortes pela Covid-19, segundo a plataforma da Johns Hopkins University. O dado foi atingido pouco mais de quatro meses após os primeiros 100 mil, em 10 de abril. 

Os Estados Unidos lideram o ranking com o maior número de óbitos e de casos, registrando 175.467 e 5.628.070 respectivamente. Na sequência, o Brasil, que contabiliza 113.358 mortes e 3.532.330 infectados pela doença, ainda de acordo com a Johns Hopkins. 

Leia também

Jovens adultos estão impulsionando transmissão para mais vulneráveis, alerta OMS

O painel da Johns Hopkins: A equipe envolvida no site mais visitado da pandemia

No total, o mundo registra 22.998.346 pessoas infectadas pela Covid-19 neste sábado, sendo que 14.760.490 são consideradas recuperadas.