'Há negligência das autoridades', diz especialista sobre alta de Covid-19 no Rio

Capital fluminense tem o maior número de mortes com escalada de casos

Da CNN, em São Paulo
25 de novembro de 2020 às 12:16


 
O alto índice de casos de Covid-19 no Rio de Janeiro exige que os governantes tomem atitudes mais enérgicas para evitar que ainda mais pessoas morram, avaliação a pneumologista da Fiocruz, Margareth Dalcomo. O Rio tornou-se a capital com a maior taxa de mortes do país, segundo pesquisa da Fiocruz.

"Há uma negligência no comportamento das autoridades em relação à situação do Rio de Janeiro. Sabemos que passou da taxa de 1 de transmissibilidade, e no Rio está há dias acima. Não há dúvida, as autoridades deveriam ter feito fiscalização e proibição sumária de qualquer aglomeração de pessoas. Não tem jeito, estamos em um momento epidêmico", afirma.

Leia também
Rio é a capital com maior taxa de mortes por Covid-19 do país, alerta Fiocruz
Com maior taxa de transmissão desde maio, Covid-19 supera 170 mil mortes no país
Pandemia derruba doação de sangue para menor patamar desde 2008

Hospital de campanha para pacientes da Covid-19 no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, desativado em outubro
Foto: Rogério Santana/Divulgação Governo do RJ (9.mai.2020)