Indústria pede sete meses para produzir seringas de vacinas no Brasil


da CNN, em São Paulo
02 de dezembro de 2020 às 22:00


A Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos (Abimo), que representa os fabricantes de seringas, alerta que o Brasil está atrasado no planejamento de vacinação contra a Covid-19.

Segundo a associação, as indústrias precisam de sete meses para entregar as 300 milhões de seringas pedidas pelo Ministério da Saúde.

Para agilizar a imunização, a entrega poderá ser fracionada. O edital para a compra de seringas e agulhas deve ser publicado na próxima semana.

Assista e leia também:

Saúde: Vacinação começará por idosos acima de 75, área da saúde e indígenas

Anvisa: Vacinação emergencial será 'excepcionalidade' e para grupo específico

(Publicado por Sinara Peixoto)