Indústria pede sete meses para produzir seringas de vacinas no Brasil

Ministério da Saúde vai adquirir 300 milhões de unidades

da CNN, em São Paulo
02 de dezembro de 2020 às 22:00


A Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos (Abimo), que representa os fabricantes de seringas, alerta que o Brasil está atrasado no planejamento de vacinação contra a Covid-19.

Segundo a associação, as indústrias precisam de sete meses para entregar as 300 milhões de seringas pedidas pelo Ministério da Saúde.

Para agilizar a imunização, a entrega poderá ser fracionada. O edital para a compra de seringas e agulhas deve ser publicado na próxima semana.

Assista e leia também:

Saúde: Vacinação começará por idosos acima de 75, área da saúde e indígenas

Anvisa: Vacinação emergencial será 'excepcionalidade' e para grupo específico

(Publicado por Sinara Peixoto)