Correspondente Médico: Quais tipos de reações alérgicas uma vacina pode causar?

Neurocirurgião Fernando Gomes explicou quais os sintomas mais comuns de reações alérgicas a vacinas e por que isso acontece

Da CNN, em São Paulo
10 de dezembro de 2020 às 09:21

 

Na edição desta quinta-feira (10) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou como o organismo reage de forma contrária a componentes de uma vacina e por que isso acontece.

Leia também:
Covid-19: EUA têm mais de 3 mil mortes em um dia pela 1ª vez
RN confirma que mulher de 37 anos foi reinfectada pelo novo coronavírus
Pazuello: 'Vacinação da Pfizer pode começar em dezembro ou janeiro'

"Tudo o que você aplica no organismo, até mesmo alimentos, pode provocar uma reação alérgica, desde que a pessoa tenha predisposição genética para que isso venha acontecer. Vermelhidão, coceira, sensação de desconforto no aparelho gastrointestinal, febre, tudo pode ser considerado uma resposta alérgica àquele item que está sendo introduzido de maneira inédita no organismo. Quando a pessoa tem histórico de ter uma reação alérgica a diversos constituintes, que podem fazer parte da vacina, isso pode ser grave. Por sorte, isso é raro, mas acende um alerta", disse o médico.

No quadro Correspondente Médico, Fernando Gomes explicou reações alérgicas a vacinas
Foto: CNN Brasil (10.dez.2020)

(Publicado por: André Rigue)