Fiocruz lança cartilha para evitar propagação da Covid-19 no Natal e Ano-Novo

Pesquisador da Fiocruz falou com a CNN sobre os cuidados que todos devem tomar para manter a segurança de si mesmo e da família durante as festas de fim de ano

Da CNN, em São Paulo
19 de dezembro de 2020 às 15:51 | Atualizado 25 de dezembro de 2020 às 14:55

 A fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) lançou uma cartilha com orientações para evitar a transmissão do novo coronavírus nas festas de fim de ano. O documento pode ser acessado no site da fundação.

Com o aumento do número de casos de Covid-19, o ideal é que as reuniões aconteçam somente entre quem mora na mesma casa. No entanto, caso as pessoas queiram ver outros familiares, o pesquisador da Fiocruz, Carlos Machado, falou com a CNN sobre os cuidados que todos devem tomar para manter a segurança de si mesmo e da família.

"Todos têm que estar de máscaras se você receber alguém de fora da cusa casa, do seu convívio. E, para isso, é importante o saco plástico para você guardar a sua máscara quanto estiver bebendo, comendo e por aí vai. E é importante ter máscaras reservas também, porque elas podem molhar ou cair. Um segundo aspecto é o ambiente. O ideal é manter, pelo menos, dois metros de distância entre uma pessoa e outra", diz.

Leia e assista também:

CNN reúne talentos para mensagem de ano novo; assista

Ministério da Saúde confirma 2º caso de reinfecção pela Covid-19

Compras de Natal geram aglomerações no comércio do Rio e de SP

Ele sugere que os encontros aconteçam em locais abertos ou ventilados, como quintais e varandas. A música alta também deve ser evitada porque obriga as pessoas a falarem mais alto e, com isso, mais gotículas de saliva são lançadas no ar.

Carlos Machado explica que apenas uma pessoa deve ficar encarregada de servir os demais pratos, justamente para que o talher não seja manuseado por muitas mãos. O mesmo ele aconselha para o preparo das comidas, ou seja, que sejam feitas individualmente ou entre poucas pessoas.

"Se você está com sintomas, teve contado com alguém que está com Covid-19 ou está aguardando o resultado do teste, o ideal é que você fique em casa e não vá", alerta o pesquisador. Ele complementa dizendo que aqueles que fazem parte do grupo de risco também não devem se reunir com pessoas de fora de seu convívio diário.

Pesquisador da Fiocruz Carlos Machado de Freitas (19 dez. 2020)
Foto: Reprodução / CNN

(Publicado por: Ligia Tuon)