Personalidade se vacinando ajuda a ativar ‘neurônio espelho’ nas outras pessoas

Neurocirurgião Fernando Gomes comenta a importância de Joe Biden ter se vacinado em público contra o novo coronavírus para poder incentivar outras pessoas

da CNN, em São Paulo
23 de dezembro de 2020 às 09:17 | Atualizado 23 de dezembro de 2020 às 09:19


Na edição desta quarta-feira (23) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou a importância das pessoas públicas se vacinarem contra o novo coronavírus.

“Existe um negócio chamado 'neuromarketing', que é o poder da propaganda, da publicidade. Então, quando uma pessoa pública, conhecida, renomada, tem determinado comportamento, no caso se submete a aplicação de determinado produto, ela provoca no cérebro de quem está assistindo aquela ação, o que a gente chama de ativação dos neurônios-espelho. A pessoa se imagina fazendo aquela situação”, explicou. 

Assista e leia também:
São Paulo divulga dados sobre a Coronavac; veja o que se sabe sobre a vacina
Correspondente Médico: vacinas não serão impactadas por mutação do coronavírus
Joe Biden, presidente eleito dos Estados Unidos, recebe vacina contra a Covid-19

Joe Biden recebe vacina contra a Covid-19
Foto: CNN

O imunologista Anthony Falci, membro da força-tarefa da Casa Branca para o combate à pandemia da Covid-19, recebeu a vacina ao lado de outros funcionários do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas dos Estados Unidos. As imagens foram transmitidas ao vivo e Falci fez um apelo para os americanos seguirem seu exemplo.

O presidente eleito, Joe Biden, também recebeu a primeira dose do imunizante produzido pela Pfizer. Ele faz parte do grupo prioritário por conta da idade. Aos 78 anos, o democrata anunciou que queria tomar a vacina em público para dar o exemplo aos cidadãos americanos.

Ver uma personalidade se vacinar em público ajuda a ativar o neurônio espelho
Foto: CNN (23.dez.2020) 

(Publicado por: André Rigue)