'Prazo pode ser menor', diz gerente da Anvisa sobre análise de vacinas

Gustavo Mendes, gerente de medicamentos da agência, confirmou que prazo para aprovações de uso emergencial de imunizantes contra Covid-19 pode ser reduzido

Da CNN, em São Paulo
31 de dezembro de 2020 às 11:44

 

Em entrevista à CNN, o gerente de medicamentos da Anvisa, Gustavo Mendes, confirmou que há a possibilidade de o prazo para análise de vacinas no Brasil ser reduzido, mas disse que, até o momento, os documentos necessários ainda não foram enviados por nenhum fabricante.

"Quando dizemos encurtar [o prazo], na verdade o que estamos fazendo é otimizar a nossa análise. Essa otimização é feita com base em troca de informações que fazemos com outras agências reguladoras. Já entramos em contato com a agência inglesa para trocar informações para entender qual foi o racional técnico-científico deles [para aprovar o imunizante]. Nosso prazo para autorização de uso emergencial é de 10 dias, mas, se a gente tiver sucesso nessa troca de informações, podemos pensar prazo menor. Em princípio, a ideia é seguir com o que definimos, que é baseado na nossa experiência", disse.

Segundo apuração do analista Caio Junqueira, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve encurtar o prazo de análise da vacina de Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19.

 

Leia também:

Anvisa deve acelerar prazo de análise da AstraZeneca
Anvisa: Pfizer poderá pedir uso emergencial mesmo sem definir número de doses

"Colocamos alguns requisitos num guia para autorização de uso emergencial, que são recomendações e todos que estão lá discutíveis. Qualquer vacina que tenha demonstrado na fase 3 que é segura, eficaz e tem qualidade, poderia ser submetida à nossa análise, o que não aconteceu com nenhuma até esse momento", completou Mendes.

Nota da anvisa

"Com referencia a apuração do jornalista Caio Junqueira, da CNN Brasil, gostaríamos de esclarecer que todos os fluxos de trabalho para análise de estudos de vacinas foram revistos pela agência com o objetivo de agilizar a aprovação de uma vacina no país.


A Anvisa não está acelerando nenhum processo específico de vacina. Trabalhamos para agilizar as análises de todas as vacinas para que possamos garantir segurança, eficácia e qualidade de todos os imunizantes que estiverem disponíveis para a população, no melhor e menor tempo possível."

 

 

 

(Publicado por Sinara Peixoto)