Médico explica o que acontece com o cérebro durante ataques de raiva

Neurocirurgião Fernando Gomes explicou quais partes do nosso cérebro são 'descompassadas' em acessos de fúria

Da CNN, em São Paulo
06 de janeiro de 2021 às 09:00


Na edição desta quarta-feira (6) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou o que acontece com o cérebro durante ataques de raiva, como o visto em um homem que, após ser demitido, causou danos em pelo menos 50 carros da empresa em que trabalhava.

"Existe um balanço que acontece dentro do nosso cérebro que dita nosso comportamento. No sistema límbico, temos uma estrutura chamada amígdala, que é responsável pela reposta quando nos sentimos agredidos. Quando ela é estimulada, o indivíduo pode sentir medo ou raiva. O que freia esse comportamento são os lobos frontais e também o córtex pré-frontal, que faz com que a gente tenha juízo - você até tem vontade de, mas não faz porque mede as consequências", explicou o médico.

Leia também:
Com retroescavadeira, ex-funcionário invade fábrica da Mercedes e atinge carros
Correspondente Médico: Como organizar a mente para realizar os planos de 2021

"Quando esse desbalanço é alcançado de uma forma muito gritante, por exemplo, se a pessoa ingeriu bebida alcoólica ou se sentiu realmente violado, essa parte dos lobos frontais deixa de funcionar de forma adequada e a amígdala sobrepuja com esse comportamento de ira, raiva, algo que mistura busca por justiça e vontade de fazer vingança, que entra em ação", completou.

Correspondente Médico
No quadro Correspondente Médico, dr. Fernando Gomes explicou como a raiva pode atuar no cérebro
Foto: CNN Brasil (6.jan.2021)

(Publicado por: André Rigue)