Dados da Coronavac relatados à Anvisa não estão claros, diz médico


Da CNN, em São Paulo
10 de janeiro de 2021 às 17:15


Em entrevista à CNN neste domingo (10), o diretor do Laboratório de Imunologia do Instituto do Coração (Incor), Jorge Kalil, reforçou que faltaram informações sobre a Coronavac nos documentos divulgados pelo governo de São Paulo à Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa).  

Leia também:
Doria cobra 'senso de urgência' da Anvisa para aprovar Coronavac
Anvisa afirma que dados da Fiocruz sobre vacina são suficientes para análise
Lote com 10 mil testes da Covid-19 chega ao Rio de Janeiro

"Deve ter alguma razão para essa lacuna, pois os dados requisitados pela Anvisa são simples. Esses esclarecimentos são fundamentais para que recebamos a vacina de forma tranquila", disse Kalil. 

Segundo o especialista, falta transparência. "Pode ser que não existam algumas confirmações e tudo bem. Mas isso precisa ser dito, tudo precisa ser claro e não está", completou. 

Diretor do Laboratório de Imunologia do Incor Jorge Kalil
Diretor do Laboratório de Imunologia do Incor Jorge Kalil falou sobre a avaliação da Coronavac feita pela Anvisa (10.jan.2021)
Foto: Reprodução / CNN