Bharat Biotech assina entendimento de venda da Covaxin para o Brasil

Prioridade será venda para a rede pública de saúde; aquisição de doses pela rede privada brasileira depende de autorização da Anvisa

Lorena Lara, da CNN em São Paulo
12 de janeiro de 2021 às 09:56 | Atualizado 12 de janeiro de 2021 às 12:08
A vacina contra a Covid-19 desenvolvida por institutos indianos foi batizada de
A vacina contra a Covid-19 desenvolvida por institutos indianos foi batizada de Covaxin
Foto: Reprodução/Bharat Biotech

A Bharat Biotech, empresa indiana responsável pelo desenvolvimento da Covaxin, candidata a vacina contra a Covid-19, assinou um acordo com a Precisa Medicamentos para o fornecimento da Covaxin no Brasil.

A informação foi divulgada nesta terça-feira (12), depois que uma equipe da Precisa Medicamentos visitou as instalações da Bharat.

A equipe brasileira se reuniu com o médico e diretor da Bharat, Krishna Ella, na região conhecida como Vale do Genoma, em Hyderabad, na Índia. O embaixador do Brasil na Índia, André Aranha do Lago, também participou da conversa.

Leia e assista também:

Índia iniciará campanha de vacinação contra Covid-19 em 16 de janeiro

SUS é capaz de atender demanda por vacina, diz ex-ministro da Saúde

O embaixador expressou o interesse do governo brasileiro de adquirir doses da Covaxin e o entendimento entre as duas partes foi de que a rede pública terá prioridade na venda dos imunizantes. A venda para a rede privada poderá ser realizada apenas com a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).