Fiocruz espera distribuir doses de vacina contra coronavírus no dia 18

Governo enviou um avião para trazer as doses produzidas pelo Serum Institute, da Índia; fundação espera por aval da Anvisa neste domingo

Leandro Resende
Por Leandro Resende, CNN  
13 de janeiro de 2021 às 11:59 | Atualizado 13 de janeiro de 2021 às 13:02
Brasil produzirá vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford
Fiocruz espera distribuir vacina de Oxford produzida pela Índia na próxima segunda-feira (18)
Foto: Cadu Rolim/FotoArena/Estadão Conteúdo 

A Fiocruz espera  distribuir 2 milhões de doses da vacina contra covid19 importadas da Índia já a partir da próxima segunda-feira (18). A expectativa, de acordo com apuração da CNN, é de que Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) conceda autorização para uso emergencial em reunião marcada para o próximo domingo (17).

A instituição está pronta para, no dia seguinte da aprovação, terminar a sua parte no processo de distribuição das doses para todos os estados. 

 

“Estamos prontos para fazer a distribuição o mais rápido possível. São duas ações coordenadas, receber e distribuir as doses”, afirmou o vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde, Marco Krieger. 

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta quarta-feira (13) que o governo enviou um avião para trazer as doses produzidas pelo Serum Institute, da Índia. É um dos centros que, assim como a Fiocruz, replicam a vacina contra coronavírus criada pela Universidade de Oxford e pela empresa AstraZeneca.

De acordo com Pazuello, a expectativa é de que as doses cheguem no Brasil no sábado, dia 16. O plano da Fiocruz é que as vacinas cheguem à sede da instituição após chegarem no Rio pelo aeroporto do Galeão, na zona Norte da cidade.

Uma vez na Fiocruz, os frascos com as doses serão , rotulados.  De lá seguirão para um centro de distribuição do Ministério da Saúde, em São Paulo.