Operação para remover pacientes de Manaus começa nesta quinta, diz governador


Thais Arbex
Renata Agostini
14 de janeiro de 2021 às 14:37 | Atualizado 14 de janeiro de 2021 às 15:40

Seis capitais receberão pacientes internados por causa da Covid-19 em hospitais de Manaus. A primeira cidade será Goiânia, segundo o governador Wilson Lima (PSC). Ele diz que as viagens começarão a ser feitas ainda nesta quinta (14).

O plano é que doentes com estado moderado da doença sejam removidos também para Teresina, São Luís, Brasília, João Pessoa e Natal.

O governador do Piauí, Wellington Dias, afirmou à CNN que outros estados já se colocaram à disposição do chefe do Executivo do Amazonas: Pará, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 

De acordo com Dias, que coordena a temática da Covid-19 no Fórum dos Governadores, a expectativa é que o número de pacientes transferidos possa chegar a 750. 

Segundo ele, o Ministério da Saúde se colocou à disposição para cuidar da logística dessas transferências, disponibilizando, por exemplo, aviões da FAB (Força Aérea Brasileira).