Reunião de Pazuello com governadores inicia distribuição nacional da vacina

6 milhões de doses da Coronavac serão distribuídas aos estados e ao Distrito Federal para início da vacinação simultânea em todo o país

Da CNN, em São Paulo*
18 de janeiro de 2021 às 05:00 | Atualizado 18 de janeiro de 2021 às 05:06
Chegada do quinto lote da Coronavac ao aeroporto de Guarulhos
Chegada do quinto lote da Coronavac ao aeroporto de Guarulhos
Foto: Divulgação - 28.dez.2020 / Governo de São Paulo


O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, reúne-se às 7h desta segunda-feira (18), em São Paulo, com governadores. O encontro marca o início da “distribuição simbólica”, conforme  classificou o próprio ministério, dos 6 milhões de doses da Coronavac.

Dirigentes como Wellington Dias (PT), governador do Piauí; Romeu Zema (Novo), de Minas Gerais; Fátima Bezerra (PT), do Rio Grande do Norte; Ratinho Jr (PSD), do Paraná, confirmaram presença no encontro, que ocorre no Centro de Distribuição Logística do Ministério da Saúde, em Guarulhos.

A logística de distribuição das vacinas será realizada aviões e caminhões, compondo estes últimos uma frota de 100 veículos com áreas de carga refrigeradas, que até o final de janeiro aumentarão em mais 50 . que se encontram em processo de expansão para 150 veículos até o final de janeiro de 2021. Toda frota possui sistema de rastreamento e bloqueio via satélite.

 

O Ministério da Saúde terá o apoio da Associação Brasileira de Empresas Aéreas por meio das companhias aéreas Azul, Gol, Latam e Voepass para o transporte gratuito da vacina. Segundo o ministério da Saúde informou, a distribuição aos municípios ocorrerá junto com o Ministério da Defesa.

Convite
Pazuello envia convite para "ato simbólico" de recebimento da vacina, em SP
Foto: Divulgação


 

No domingo (17), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou, por unanimidade, os pedidos para uso emergencial da Coronavac e da vacina de Oxford -- no entanto, apenas a vacina do Instituto Butantan já está disponível no Brasil.

O governo paulista informou que enviará 4.636.936 doses da vacina do Instituto Butantan para o Ministério da Saúde.

O estado de São Paulo ficará com 1.357.940 doses, número determinado pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

As demais doses serão distribuídas para os 26 estados e para o Distrito Federal.

Coordenador da temática de vacina no Fórum Nacional de Governadores, o governador do Piauí, Wellington Dias (PI), disse ao analista da CNN Igor Gadelha que o encontro ocorrerá às 7h, no depósito do Ministério da Saúde localizado no Aeroporto de Guarulhos.

Dias afirmou ainda que o critério de distribuição das doses será o equivalente a 2,5% da população de cada estado.

Os governadores também esperam que o ministro da Saúde anuncie nesta segunda-feira o cronograma para distribuição de novos lotes de doses de vacinas que serão importadas ou produzidas no Brasil nos próximos meses.

Em entrevista coletiva no domingo, Pazuello previu o início da campanha de vacinação simultânea em todo o país para quarta-feira (20), às 10h.

Vacina de Oxford atrasou

Avião da Azul tem inscrição "Brasil imunizado, somos só uma nação'
Avião da Azul que buscará vacinas na Índia tem inscrição "Brasil imunizado, somos uma só nação'
Foto: Divulgação


 O ministro da Saúde contava com a chegada de 2 milhões de doses já prontas da vacina de Oxford compradas da Índia. No entanto, o voo, que estava previsto para decolar do Brasil na última sexta-feira (15), atrasou e ainda não partiu rumo a Mumbai.

A mudança de data do voo fretado pelo Ministério da Saúde para buscar 2 milhões de doses da vacina de Oxford na Índia foi definida após um pedido do governo daquele país. 

Segundo assessores, após o Índia atrasar a liberação das doses prontas, Pazuello quer acelerar o processo de produção própria do imunizante. Fontes da Fiocruz, responsável pela produção do imunizante em território nacional, disseram ao analista Igor Gadelha que a fundação ainda depende da chegada do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), insumo importado da China.

(*Com informações de Igor Gadelha)