Internação por Covid-19 cai 20% em hospitais da rede privada do Rio de Janeiro

Associação descartou relação com o início da vacinação contra a doença

Lucas Janone, da CNN, no Rio de Janeiro
09 de fevereiro de 2021 às 11:07
Paciente com Covid-19 é tratado em hospital no Rio de Janeiro
Paciente com Covid-19 é tratado em hospital no Rio de Janeiro
Foto: Ricardo Moraes - 2.jul.2020/Reuters


Após o Rio de Janeiro se tornar a cidade brasileira onde mais se morreu por Covid-19,  a rede particular de saúde do Rio de Janeiro registrou uma redução de 20% no número de internações por coronavírus em janeiro, quando comparado com os últimos meses de 2020. 

À CNN, o diretor da Associação de Hospitais Privados do Estado do Rio, Graccho Alvim, afirmou que a ocupação das UTIs voltadas para o combate à doença está abaixo de 80%, taxa não alcançada desde outubro.

“O motivo ainda não está totalmente claro, mas houve de fato uma redução nas internações. E os casos da doença que estão chegando aos hospitais estão mais brandos nos últimos meses”, disse Graccho. 

O diretor da associação negou que esta diminuição tenha relação com o início da vacinação contra a doença. 

 

“As vacinas começaram a ser aplicadas, mas não são as responsáveis pela redução das internações ainda. Não teve tempo e nem número de aplicação de imunizantes suficientes ainda”, concluiu Graccho Alvim. 

Além dos hospitais particulares, a rede pública do RJ também registrou queda na taxa de internação pelo novo coronavírus. Segundo os dados da secretaria estadual de saúde, o número de internações por Covid-19 no estado é 63% menor do que o registrado no início de dezembro.

Considerando os meses completos, em janeiro 3.517 pessoas foram internadas, cerca de 37% do que o registrado em dezembro, que teve 9.441 internações.