Vacina da Pfizer reduz em 75% casos de Covid-19 em Israel, diz estudo 

De acordo com um estudo da revista The Lancet, a vacina da Pfizer/BioNTech teve 75% de eficácia contra a Covid em profissionais da saúde imunizados em Israel

Da CNN, em São Paulo
20 de fevereiro de 2021 às 16:32

 

De acordo com um estudo publicado pela revista The Lancet, a vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 possui 85% de eficácia em casos sintomáticos da doença e 75% se forem incluídos os infectados assintomáticos. A pesquisa foi feita em profissionais da saúde de Israel. 

Mais de 7 mil pessoas foram imunizadas com a primeira dose do medicamento em um hospital israelense. Os efeitos da vacina no organismo foram detectados de duas a quatro semanas depois da aplicação da primeira dose. 

Os números são maiores do que os valores divulgados pela Pfizer, de 52% de eficácia. No entanto, os responsáveis pelo estudo fizeram observações importantes, como o fato de não terem incluído muitas pessoas acima de 65 anos na imunização. 

Além disso, o período máximo analisado pelos cientistas foi de quatro semanas, então mais pesquisas precisariam ser realizadas para determinar essa eficácia em um intervalo de tempo maior. 

Novo estudo em Israel mostra 75% de eficácia da vacina da Pfizer contra Covid
Novo estudo em Israel mostra 75% de eficácia da vacina da Pfizer contra a Covid-19 (20.fev.2021)
Foto: Reprodução / CNN