Sindicato: 43 de 60 hospitais privados de SP têm ocupação de UTI acima de 80%

Os dados também identificaram aumento de hospitalizações por Covid-19 em 88% dos hospitais pesquisados, ante 53% há 15 dias

Giulia Alecrim*, da CNN, em São Paulo
25 de fevereiro de 2021 às 20:53 | Atualizado 25 de fevereiro de 2021 às 21:54
Leitos de UTI para Covid-19 em hospitais do interior de SP (18.dez.2020)
Estudo analisou a ocupação de 60 hospitais privados em São Paulo
Foto: Reprodução/CNN

Um levantamento preliminar divulgado nesta quinta-feira (25) pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios de São Paulo aponta que, de 60 hospitais privados do estado (universo equivalente a 16% das unidades da rede particular que atende pacientes de Covid-19), 72% têm ocupação que varia entre 80% e 100%.

Os dados também identificaram aumento de hospitalizações por Covid-19 em 88% dos hospitais pesquisados, ante 53% há 15 dias. 

Apesar dos números alarmantes, 66% das unidades analisadas no levantamento informaram que há capacidade para aumentar a quantidade de leitos para pacientes de Covid-19 se necessário. 

Por outro lado, 69% dos hospitais têm mantido a realização de cirurgias e atendimentos eletivos.

Ocupação de UTIs em outros estados

No panorama nacional, 12 estados mais o Distrito Federal registram mais de 80% de ocupação dos leitos de UTI, de acordo com um levantamento exclusivo da CNN que reúne dados das secretarias de Saúde dos estados e prefeituras. 

São eles:

  • Acre
  • Amazonas
  • Santa Catarina
  • Goiás
  • Paraná
  • Rio Grande do Sul
  • Bahia
  • Distrito Federal
  • Rio Grande do Norte
  • Ceará
  • Sergipe
  • Rondônia
  • Tocantins

Além dos estados, outras 12 capitais também superam a ocupação de 80% dos leitos de UTI: 

  • Natal (RN)
  • Fortaleza (CE)
  • Curitiba (PR)
  • Florianópolis (SC)
  • Rio de Janeiro (RJ)
  • Porto Alegre (RS)
  • Teresina (PI)
  • Salvador (BA)
  • São Luís (MA)
  • João Pessoa (PB)
  • São Paulo (SP)
  • Belo Horizonte (MG)

*Supervisão Evelyne Lorenzetti