Farmacêuticas dizem ter criado remédio com 85% de eficácia contra a Covid-19

As companhias vão pedir à FDA - equivalente à Anvisa no Brasil -  autorização para uso emergencial nos Estados Unidos

Renan de Souza Da CNN, em São Paulo
12 de março de 2021 às 00:53 | Atualizado 12 de março de 2021 às 08:31

Duas farmacêuticas anunciaram que desenvolveram um medicamento que diminuiu hospitalizações e mortes por Covid-19.

A combinação de drogas da parceria entre a Vir Biotechnology, dos Estados Unidos, e da GlaxoSmithKline (GSK), do Reino Unido, teria conseguido reduzir em até 85% os casos de internação e mortes.

Elas criaram um remédio, batizado de VIR-7831, com base em anticorpos. Segundo as farmacêuticas, um painel independente, que acompanhava o estudo, indicou que não seriam necessários mais testes, pois o medicamento de mostrou muito promissor desde o início. 

As companhias vão pedir à FDA - equivalente à Anvisa no Brasil -  autorização para uso emergencial nos Estados Unidos. Caso seja aprovado, a droga vai se juntar aos medicamentos fabricados pela Eli Lilly e pela Regeneron Pharmaceuticals.

Segundo as empresas, o remédio é eficaz contra as variantes brasileira, britânica e da África do Sul.

Técnicos na Suíça realizam testes para vacina contra Covid-19
Foto: Arnd Wiegmann - 22.abr.2020 / Reuters