Governo da Bahia confirma compra de 9,7 milhões de doses da Sputnik V

O governador Rui Costa (PT) confirmou a informação durante reunião com prefeitos da Região Metropolitana de Salvador e da capital

André Catto, da CNN, em São Paulo
12 de março de 2021 às 18:25 | Atualizado 12 de março de 2021 às 20:15

Conforme antecipado na quinta-feira (11) pela CNN, o governo da Bahia assinou, na tarde desta sexta-feira (12), contrato para a compra da vacina russa Sputnik V. Serão, no total, 9,7 milhões de doses do imunizante para o estado.

O governador Rui Costa (PT) confirmou a informação durante reunião com prefeitos da Região Metropolitana de Salvador e da capital.

Em vídeo enviado à imprensa, Costa disse que a compra contempla 37 milhões de doses para os estados do Nordeste. Os custos ficam com cada um dos governos estaduais.

O primeiro lote chegará em abril e, segundo comunicado do governo baiano, as vacinas poderão ser aplicadas na população imediatamente. Um ato oficial de assinatura do contrato entre o governador e autoridades russas está previsto para a próxima semana. 

Doses da Sputnik V, vacina russa contra a Covid-19; Bahia assinou acordo para distribuir até 50 milhões de doses
Foto: Andrey Rudakov - 7.ago.2020/ Fundo Russo de Investimento Direto/ Reuters

 O fechamento contratual ocorre no mesmo dia em que o Ministério da Saúde firmou a compra de 10 milhões de doses do imunizante, que serão importadas da Rússia pelo laboratório União Química. 

A Sputnik V ainda não tem autorização para uso emergencial ou registro concedido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

O governo da Bahia já vinha negociando com o Fundo Soberano Russo a aquisição do imunizante. Os avanços foram possíveis após sanção, na quarta-feira (10), da lei que permite que estados, municípios e o setor privado comprem vacinas contra Covid-19 diretamente dos fabricantes.