Brasil registra mais 1.986 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Ao todo, país já confirmou 277.091 vítimas da doença causada pelo novo coronavírus

Anna Satie, da CNN, em São Paulo
13 de março de 2021 às 17:59 | Atualizado 13 de março de 2021 às 18:04
Enterro no cemitério da Vila Formosa, em SP, durante a pandemia de Covid-19
Enterro no cemitério da Vila Formosa, em São Paulo, durante a pandemia de Covid-19
Foto: Ettore Chiereguini/Agif/Estadão Conteúdo (3.mar.2021)

O Brasil registrou neste sábado (13) mais 1.986 mortes por Covid-19, totalizando 277.091 desde o início da pandemia. 

O número de vítimas diárias ultrapassou os 2.000 nos últimos três dias. A média móvel de óbitos atingiu 1.824, a maior já registrada.

Também foram confirmados mais 75.555 casos, totalizando 11.438.935. 

Médicos ouvidos pela CNN relataram preocupação não só com a escassez de leitos de UTI, mas também de profissionais qualificados para atender o número crescente de pacientes.

Essa é a pior fase da pandemia no país, com a média móvel de óbitos batendo recordes diariamente há 18 dias. 

Em reunião neste sábado, governadores do nordeste pediram ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, uma indicação de quando a vacinação da população na casa dos 60 anos deve começar. Até o momento, a resposta ainda não foi divulgada.