Internações por Covid-19 em São Paulo crescem 115% em um mês

No dia 22 de março, o total registrado no estado foi de 29.039 pessoas internadas, enquanto em 22 de fevereiro foram contabilizadas 13.484 hospitalizações

Giovanna Bronze e Julyanne Jucá, da CNN, em São Paulo
23 de março de 2021 às 07:51

O número de internações por Covid-19 em São Paulo cresceu 115,3% em um mês. No dia 22 de março, o total registrado no estado foi de 29.039 pessoas internadas, enquanto em 22 de fevereiro foram contabilizadas 13.484 hospitalizações.

Das 29.039 pessoas internadas atualmente, 16.871 estão em enfermaria e 12.168 em leitos de UTI.

São os maiores números já registrados no estado durante a pandemia.

No espaço de tempo de uma semana, o crescimento foi de 19,5%. Em 15 de março, o estado de São Paulo contabilizou 24.285 pessoas internadas.

A média dos últimos sete dias é de 27.330 internados. Na semana anterior, a média era de 22.345 - apresentando então crescimento de 22,3%.

Apenas na segunda-feira (22), o estado de São Paulo registrou 3.159 novas internações por suspeita ou por Covid-19. Nos últimos sete dias, o estado registrou a média de 3.248 novas hospitalizações por dia - 19,2% maior do que a registrada na semana anterior, de 2.724.

Com a baixa disponibilidade de leitos, a demanda por transferência de pacientes que precisam de leitos de UTI cresce. Segundo a Secretaria de Saúde de São Paulo, a Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde (CROSS) recebe cerca de 1,5 mil pedidos por dia. Segundo levantamento feito pela CNN, pelo menos 109 pessoas morreram enquanto aguardavam na fila.