Ministério da Saúde anuncia distribuição de medicamentos do kit intubação

Ao todo, foram compradas 2,8 milhões de unidades de remédios de 3 laboratórios, que devem chegar a estabelecimentos de saúde em menos de 72 horas

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo
24 de março de 2021 às 07:48 | Atualizado 24 de março de 2021 às 12:30

O governo federal anunciou nesta quarta-feira (24) a compra de 2,8 milhões de unidades de medicamentos que compõem o kit intubação utilizado no tratamento de pacientes com o novo coronavírus internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

“Os medicamentos começaram a ser distribuídos pelo Ministério da Saúde para todo o Brasil, em parceria com três empresas fabricantes”, disse o governo, em nota. 

De acordo com a pasta, o laboratório Cristália já começou a fornecer 1,26 milhão de unidades dos medicamentos na terça-feira (23), o que deve continuar ao longo dos próximos sete dias.

Já a Eurofarma entregará 212 mil ampolas a partir desta quarta-feira (24) e a União Química enviará, até a próxima terça-feira (30), mais 1,4 milhão de unidades de medicamentos.

“A logística híbrida, com a integração pública e privada, permitirá que os medicamentos estejam nos estabelecimentos de saúde em menos de 72 horas”, disse o governo, explicando que o cronograma de distribuição foi feito com base no monitoramento realizado em estados e municípios.

Leitos de UTI para pacientes da Covid-19 do Hospital Regional Norte, em Sobral, Ceará
Foto: Tatiana Fortes/Governo do Ceará (15.jul.2020)

Segundo a pasta, os dados de consumo médio mensal recebidos do Conass [Conselho Nacional de Secretários de Saúde] e o Conasems [Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde] são enviados para as indústrias para equalizar os estoques.

“As medidas têm como objetivo conciliar a equalização dos estoques nacionais, respeitando a realidade de cada fabricante, contratos prévios e a necessidade da população brasileira neste momento de pandemia”, concluiu o governo, em nota.