USP: Mães passam anticorpos contra Covid-19 para bebês pelo leite materno

Objetivo da pesquisa é entender se o alimento poderá levar anticorpos também para crianças que dependem de bancos de leite

Isabela Faria, da CNN em São Paulo
18 de abril de 2021 às 13:47

 

Uma análise feita pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (USP), a partir de mais de 100 estudos clínicos, concluiu que mães imunizadas contra o novo coronavírus passam anticorpos para os bebês pelo leite materno.

De acordo com a pesquisa, os anticorpos podem prevenir a infecção ou reduzir a gravidade dos sintomas dos bebês.

Nos casos de mães já vacinadas, parte da resposta imunológica vai para o bebê. Este foi o caso da técnica de enfermagem Vanessa Guedes e sua filha Valentina.

"A gente conversou muito com médicos ginecologistas que defendem a vacina, e eles disseram para não termos medo. Eu preferi tomar a vacina. A Valentina não apresentou sintoma e nenhum tipo de efeito", conta Guedes.

A bióloga e coordenadora dos estudos, Patrícia Gama, afirma que o objetivo da pesquisa é entender o quanto o leite pode ser utilizado como uma forma de se obter os anticorpos não somente através da amamentação direta entre mãe e filho. "Isso pode ser uma fonte importante também para as crianças que dependem de bancos de leite", analisa.