Fiocruz entrega mais de 5 milhões de doses de vacina AstraZeneca

Os imunizantes serão integrados ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) e distribuídos aos estados

Nathallia Fonseca, da CNN, em São Paulo
21 de maio de 2021 às 06:29 | Atualizado 21 de maio de 2021 às 06:41
Profissional da Saúde prepara dose de vacina da AstraZeneca contra Covid-19
Profissional da Saúde prepara dose de vacina da AstraZeneca contra Covid-19
Foto: Yves Herman - 15.mar.2021/Reuters

A Fiocruz deve entregar, nesta sexta-feira (21), um novo lote de cerca de 5,3 milhõs de doses da vacina Oxford/AstraZeneca ao Ministério da Saúde. Os imunizantes serão integrados ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) e posteriormente distribuídos aos estados. 

Desde a quarta-feira (19),a produção dos imunizantes está suspensa. A expectativa da Fundação, porém, é de que os laboratórios voltem à rotina normal a partir do dia 25, após a chegada de novos insumos essenciais para a fabricação da vacina.

A CNN apurou que a interrupção na linha de produção irá provocar um impacto de cerca de 2,5 milhões de doses a menos, na entrega prevista para a terceira semana de junho. Isso porque as doses a serem entregues até o início de junho já foram produzidas com o Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) importado que ainda tinha no estoque.

As vacinas contra a Covid-19 garantem proteção porque previnem a doença, especialmente nas formas graves, reduzindo as chances de morte e internações. Embora não impeçam o contágio e nem a transmissão do vírus, a vacinação é essencial, já que induz o sistema de defesa do corpo a produzir imunidade contra o coronavírus pela ação de anticorpos específicos, segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm).