'Assunto absolutamente superado', diz Queiroga sobre relação com o Maranhão

Ministro da Saúde esteve no Maranhão neste domingo (23) para discutir medidas de enfrentamento à pandemia

Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo
24 de maio de 2021 às 19:04

Após reunião com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, nesta segunda-feira (24), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falou sobre as medidas de enfrentamento à pandemia discutidas com o embaixador, e também reiterou o posicionamento do ministério diante do governo do Maranhão.

Marcelo Queiroga esteve no estado do Maranhão no último fim de semana, onde reuniu-se com autoridades locais para debater medidas de contenção da variante do novo coronavírus oriunda da Índia. 

"Assunto absolutamente superado, tanto que fui ontem ao Maranhão.Tive contato com as autoridades sanitárias daquele estado, o chefe do executivo estadual e municipal e a nossa relação é institucional, com todas as unidades da federação e todos os municípios desse grande país que é o Brasil", disse o ministro. 

Queiroga foi ao Maranhão para acompanhar a adoção de medidas de contenção da variante originária da Índia. O ministério enviou 600 mil testes rápidos de antígeno de Covid-19 para o estado.  

"É necessário que a população se conscientize, ela é fundamental nessa questão do controle da pandemia, as autoridades sanitárias trabalham juntas para que tenhamos esse sucesso", disse o ministro neste domingo (23). 

Ação do Maranhão no STF

Após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comparecer sem máscara a um ato realizado no Maranhão na última sexta-feira (21), o governador do estado, Flávio Dino (PCdoB), prepara uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para dar queixa de improbidade administrativa e infração-crime de saúde pública contra o chefe do Executivo. As informações são da âncora da CNN Daniela Lima.

Reunião com embaixador da China

Em breve conversa com a imprensa na porta do Ministério da Saúde nesta segunda-feira, Queiroga afirmou que a reunião com o embaixador da China foi uma "visita cortersia" para debater assuntos de enfrentamento à pandemia.

"Tratamos os cuidados em relação às fronteiras e ao indianos, que no momento as viagens estão suspensas ao Brasil,  não só da Índia, mas também do Reino Unido, da África do Sul, para que possamos impedir a transmissão comunitária. [Discutimos] uma agenda muito forte que temos com a Índia,  discutimos também o complexo industrial da saúde, a Índia tem um complexo industrial forte e a possibilidade de parcerias com o país para construir uma agenda que possa deixar um legado positivo", afirmou Queiroga.

Ministro Marcelo Queiroga em reunião com o governo do Maranhão
Foto: Divulgação