Drive-thrus de vacinação voltam a ser suspensos nesta segunda (31) em São Paulo

Regra é válida para postos volantes em farmácias parceiras, além dos 21 pontos especiais abertos pela prefeitura em shoppings, estádios e praças

Nathallia Fonseca, da CNN, em São Paulo
31 de maio de 2021 às 02:05
Vacinação contra Covid-19 em São Paulo
Vacinação contra Covid-19 em São Paulo
Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

A procura considerada abaixo da média é o motivo, segundo a secretaria municipal de saúde de São Paulo, para a suspensão temporária dos postos de vacinação drive-thru contra Covid-19 na capital. A interrupção no serviço ocorre a partir desta segunda-feira (31) e segue até o início da vacinação de um novo grupo.

A regra é válida para postos volantes em farmácias parceiras, além dos 21 pontos especiais abertos pela prefeitura em shoppings, estádios e praças. Os demais centros, como Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Serviços de Assistência Especializada (SAE), que também oferecem o sistema de vaciação dentro do carro em algumas unidades, continuarão vacinando normalmente das 7h às 19h. 

Atualmente, a cidade de São Paulo realiza a vacinação de idosos com 60 anos ou mais, além de pessoas pessoas com 45 anos ou com comorbidade ou deficiência permanente, trabalhadores de transporte coletivo, profissionais de saúde maiores de 30 anos, gestantes e puérperas - até 45 dias após o parto - com comorbidades, entre outros grupos já autorizados. Confira aqui a lista completa. 

A partir do dia 1º de junho (terça-feira), está previsto o início da vacinação dos funcionários do Aeroporto de Congonhas e dos serviços auxiliares ao transporte aéreo, além de funcionários das companhias aéreas nacionais.