São Paulo abre pré-cadastro para voluntários dos testes da Butanvac

A vacina, que teria produção integralmente nacional, terá 418 voluntários selecionados na testagem em uma primeira fase

Luana Franzão*, da CNN, em São Paulo
16 de junho de 2021 às 13:38 | Atualizado 16 de junho de 2021 às 23:10

 

Em coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira (16), o governo do estado de São Paulo anunciou o início do pré-cadastro de voluntários para os testes da vacina Butanvac, produzida pelo Instituto Butantan. As informações para a instrição estão disponíveis no site do Instituto.

A vacina, que teria produção integralmente nacional, terá 418 voluntários selecionados na testagem em uma primeira fase, a ser realizada no Hospital das Clínicas da USP em Ribeirão Preto. Os centros de cadastro dos voluntários

As próximas fases dos testes serão realizadas também em outros centros de saúde, como o Hospital das Clínicas de São Paulo, com cerca de 5 mil pessoas.

De acordo com o diretor do Butantan, Dimas Covas, já há 8 milhões de doses do imunizante estocadas, e a previsão é de que a quantidade aumente para 40 milhões em outubro, a serem utilizadas mediante aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Butanvac

A Butanvac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo Instituto Butantan, está sendo produzida com uma tecnologia já dominada pelo órgão e já usada para a produção de outros imunizantes. Caso seja aprovada, será fabricada inteiramente no Brasil, sem a necessidade de importação de insumos.

Ela utiliza vírus da Doença de Newcastle, que não causa sintomas em humanos e foi geneticamente modificado pela Icahn School of Medicine at Mount Sinai, em Nova York. Ele é usado como vetor para levar a proteína Spike do novo cornavírus para o organismo, provocando a imunidade. A proteína Spike (ou S) é a parte do vírus que é responsável por penetrar as células do corpo.

Vacinação no estado de São Paulo

Em coletiva de imprensa no domingo (13), o governador João Doria (PSDB) anunciou o adiantamento do calendário de vacinação do estado, afirmando que toda a população acima de 18 anos residente tomará pelo menos uma dose do imunizante contra a Covid-19 até 15 de setembro.

A capital paulista começou a vacinar pessoas entre 56 e 57 anos nesta quarta-feira.

Confira o calendário previsto:

Junho

  • 16/6 a  22/6:  50 a 59 anos
  • 23/6 a 29/6:  43 a 49 anos
  • 30/6 a 14/7: 40 a 42 anos

Julho

  • 15/7 a 29/7: 35 a 39 anos
  • 30/7 a 15/8: 30 a 34 anos

Agosto

  • 16/8 a 31/8: 25 a 29 anos

Setembro

  • 1/9 a 15/9: 18 a 24 anos

*sob supervisão

O governo do estado de São Paulo anunciou a criação da Butanvac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida integralmente pelo Instituto Butantan
Foto: LECO VIANA/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO