Brasil deve receber mais de 13 milhões de doses da Pfizer até 1º de agosto

País assinou dois contratos com a Pfizer que somam 200 milhões doses; vacinas devem ser todas entregues ainda em 2021

Gregory Prudenciano, da CNN, em São Paulo
20 de julho de 2021 às 04:43 | Atualizado 20 de julho de 2021 às 06:49

O Brasil deve receber 13.265.460 doses da vacina para a Covid-19 da Pfizer até o dia 1º de agosto, informou nesta segunda-feira a farmacêutica americana ao Ministério da Saúde.

Entre esta quarta-feira (20) e o primeiro dia do próximo mês estão previstos para chegar no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), 13 voos com doses do imunizante vindos de Miami, no estado americano da Flórida. 

Segundo o Ministério da Saúde, quando essas remessas prevista para os próximos dias forem totalmente entregues, o Brasil terá recebido 30 milhões de doses da Pfizer neste ano.

Os lotes que já chegaram também entraram no país por Viracopos. De lá, as vacinas são encaminhadas para o centro de distribuição do Ministério da Saúde em Guarulhos, de onde são remetidas para os estados brasileiros. 

O governo federal assinou dois contratos com a Pfizer, cada um deles para 100 milhões de doses. As 70 milhões de doses restantes do primeiro contrato deverão ser enviadas ao Brasil entre os meses de agosto e setembro de 2021, segundo previsão da empresa. 

As 100 milhões de doses do segundo contrato devem ser entregues entre outubro e dezembro deste ano.