Butantan entrega mais 1,5 milhão de doses da Coronavac ao Ministério da Saúde

Instituto já entregou 57,6 milhões de doses da Coronavac ao PNI desde o início da pandemia

Manuela Niclewicz, da CNN, em São Paulo
21 de julho de 2021 às 09:42 | Atualizado 21 de julho de 2021 às 09:56
Produção de vacina Coronavac no Butantan
Produção de vacina Coronavac no Butantan -22/1/2021
Foto: Amanda Perobelli/Reuters

O Instituto Butantan entregou mais 1,5 milhão de doses da Coronavac ao Ministério da Saúde, nesta quarta-feira (21). As doses da vacina contra Covid-19 desenvolvidas pelo laboratório chinês Sinovac e produzidas no Brasil pelo Instituto Butantan serão utilizadas no Programa Nacional de Imunizações.

Segundo o Butantan, já foram entregues 57,649 milhões de doses da Coronavac ao PNI desde o início da pandemia. A meta do Butantan é entregar 100 milhões de doses até o fim de agosto.

No anúncio feito nesta quarta-feira, o Butantan disse que está negociando a entrega de mais doses da Coronavac para o Ceará e para o Espírito Santo.

“Ceará e Espírito Santo já estão discutindo contratos, mas estamos preparados para receber e atender novos pedidos de estados e até mesmo outros países”, disse Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

Vacinação acelerada

O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), comemorou a aplicação de 520 mil doses de vacinas contra Covid-19 na terça-feira (20) em todo o Estado, afirmando que a vacinação está acelerada no estado.

Garcia está fazendo os anúncios no lugar do governador João Doria, que está trabalhando remotamente desde que recebeu novo diagnóstico de infecção por Covid-19.

“Ontem aplicamos mais de 520 mil doses em todo o estado, mantendo o ritmo acelerado”, disse Garcia.