Além de antecipação, EUA devem doar 3 milhões de doses da Janssen nesta semana

A quantidade de doses da vacina da Janssen a serem recebidas pelo Brasil nesta semana deve chegar a 4,5 milhões

Caixas com vacina da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson, contra Covid-19
Caixas com vacina da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson, contra Covid-19 Foto: Shannon Stapleton - 3.mar.2021/Reuters

Kenzô Machida e Natália André, da CNN, em Brasília

Ouvir notícia

A quantidade de doses da vacina da Janssen a serem recebidas pelo Brasil nesta semana deve chegar a 4,5 milhões. A CNN apurou que, além da antecipação de 1,5 milhão de doses — que chegarão nesta terça-feira (22), no Aeroporto de Guarulhos (SP), vindas diretamente da empresa –, o Ministério da Saúde está finalizando tratativas para receber uma doação de 3 milhões de doses dos Estados Unidos para os próximos dias.

Nem a pasta, nem a empresa explicaram o porquê das trocas nas demandas. Até a semana passada, a antecipação da empresa seria de 3 milhões de doses e a doação americana seria de 1,5 milhão. 

Fontes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) ouvidas pela CNN dão conta de que as agências brasileira e americana, a FDA (Food And Drug Administration), estiveram em contato nos últimos dias para ter a certeza de que o lote enviado ao Brasil não seria parte das 60 milhões de doses que precisaram ser descartadas por conta de uma suposta contaminação.

As duas agências, depois de uma série de conversas, conseguiram garantir a segurança, a eficácia e a qualidade das doses que serão entregues.

Negociando antecipação

Quando o acordo de compra foi fechado pelo Ministério da Saúde com a Janssen, a empresa disse que não conseguiria mais enviar as 38 milhões de doses ainda no primeiro semestre, mas, sim, entre outubro e dezembro de 2021. 

Sendo assim, a pasta vem tentando há semanas negociar a antecipação de parte desse quantitativo. A primeira tentativa foi de 10 milhões. A segunda foi de 3 milhões. Agora, o número caiu para 1,5 milhão.

Viagem a São Paulo

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o seu secretário-executivo, Rodrigo Cruz, viajam, ainda nesta segunda-feira (21), para São Paulo, para receber as doses da Janssen no Aeroporto de Guarulhos. 

O imunizante chega terça-feira, às 6h50. Ele é o único no mundo contra a Covid-19 que garante a imunização com apenas uma dose, sem a necessidade de reforço.

Mais Recentes da CNN